Home > Transparência > Documentos da CIA revelam que agência monitorava atividades do Partido Comunista do Brasil

Documentos da CIA revelam que agência monitorava atividades do Partido Comunista do Brasil

Relatório de inteligência do Grupo Secreto Central de Inteligência da CIA, classificado como secreto até sua liberação pela equipe do MuckRock, indica que a agência monitorava atividades comunistas no Brasil e na América do Sul durante a Guerra Fria. 

O MuckRock é uma organização americana especializada na Lei de Acesso à Informação dos Estados Unidos (Freedom of Information Act, ou FOIA). Desde o início do ano passado a Fiquem Sabendo é parceira oficial do MuckRock, com acesso e direito de republicação do material produzido pela entidade.

O documento foi traduzido para o projeto “LAI e FOIA: diálogos transparentes Brasil-EUA“, realizado com apoio do International Center for Journalistas (ICFJ) – instituição global para promoção do jornalismo.

O texto, transcrição de um despacho enviado do Rio de Janeiro em 28 de março de 1947, revela que um informante anônimo contou a um jornal que os integrantes do Partido Comunista do Brasil, atual Partido Comunista Brasileiro (PCB), estariam organizando vinte brigadas de choque no Distrito Federal. 

“Ele apontou como os comunistas no Brasil, assim como em todo o mundo, estão penetrando insidiosamente em escolas, fábricas e plantações, organizando à moda de Hitler jovens inexperientes em milícias partidárias que serão utilizadas em um momento oportuno, se necessário, em face da tendência dos eventos nas Américas”, alertava o texto. 

Em maio do mesmo ano, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu pela cassação do registro do PCB, com o argumento de que o partido violava a Constituição Federal de 1946, por supostamente promover ações antidemocráticas.

De acordo com o informante citado no despacho, as brigadas não se restringiam à capital brasileira, mas “ocupavam todo o país”, não mencionando precisamente a quais regiões se referia. Segundo o relatório, os militares que possuíam veículos seriam convocados em caso de necessidade.

O relato interceptado pela CIA também aponta para a união entre o Partido Comunista do Brasil e o Partido Comunista dos Estados Unidos e alerta para um cenário de “sabotagem” em caso de guerra entre Estados Unidos e União Soviética, no qual as indústrias da América do Sul não seriam aliadas da potência norte-americana. “O regimento sindical e o alinhamento em indústrias com bases na América do Sul, principalmente na Bolívia e no Brasil, estão sendo ativados”, ressalta o informe.

Acesse o documento na íntegra aqui.

Assista às entrevistas com especialistas americanos e brasileiros, realizadas com apoio do International Center for Journalistss (ICFJ):

Veja outros documentos liberados pelo MuckRock:

Você também poderá gostar
Com florestas em chamas, governo Bolsonaro investiu 24% a menos no combate ao fogo em setembro
25 anos de atraso: os pedidos de acesso dos Estados Unidos sem solução
Estratégias e táticas para acessar informações públicas em 5 lições
Se você não gostou de uma resposta que recebeu pela LAI, reclame
Da reunião ministerial à saída do país: os últimos compromissos de Weintraub como ministro da Educação
Sigilo na LAI: onde e como obter documentos secretos