Home > Transparência > Fiquem Sabendo vence Desafio da Inovação da Google News Initiative

Fiquem Sabendo vence Desafio da Inovação da Google News Initiative

///
Comentários desabilitados

O projeto Agenda Transparente, da Fiquem Sabendo (FS), foi selecionado no Desafio da Inovação da Google News Initiative (GNI) na América Latina 2021. O desafio tem como objetivo apoiar o desenvolvimento de novos produtos de notícias e modelos de negócio, a fim de promover um ecossistema mais sustentável, diverso e inovador ao jornalismo.

Nesta edição, concorreram mais de 300 organizações e apenas 21 foram selecionadas. A Fiquem Sabendo foi escolhida pelo projeto Agenda Transparente, uma plataforma de transparência voltada a auxiliar o trabalho de jornalistas por meio do monitoramento em tempo real das agendas das autoridades e agentes públicos brasileiros, a partir de informações hoje disponibilizadas de modo disperso e não padronizado na internet.

A cofundadora e diretora da Fiquem Sabendo, Maria Vitória Ramos, afirma que “esta é uma oportunidade única para mudarmos para uma mentalidade de tecnologia e desenvolver um modelo de negócios sustentável enquanto resolvemos uma questão social”.

O monitoramento de agendas de autoridades por meio de uma plataforma é uma iniciativa inédita no Brasil. Com a Agenda Transparente, profissionais do jornalismo, ONGs e profissionais de relações governamentais poderão acompanhar em tempo real o que o Poder Executivo federal está fazendo, quem mais influencia as políticas públicas e identificar quais vozes são marginalizadas nos corredores do poder.

“Pessoas e organizações vão poder ter acesso ao que acontece no dia a dia dos altos escalões de Brasília, de forma simples e em um só lugar. É a primeira vez que se usa tecnologias de nuvem e inteligência de dados para monitorar em tempo real a rotina de autoridades no país”, explica o cientista de dados da FS, Bernardo Baron.

O projeto conta ainda com a parceria da Gênero e Número (GN), primeira organização de mídia no Brasil orientada por dados para qualificar o debate sobre equidade de gênero e raça. Com a GN, a FS irá elaborar relatórios analisando a influência externa nas políticas de gênero e raça.

“Com a Agenda Transparente, a Gênero e Número vai denunciar, sobretudo em ano eleitoral, o desigual acesso de mulheres, pessoas negras, indígenas e LGBT+s às esferas de poder em Brasília”, conta Maria Martha Bueno, diretora de conteúdo da GN.

Ao todo, 21 iniciativas receberão o apoio do Google por meio de um fundo de US$ 2 milhões. Além da FS, outras sete organizações brasileiras foram selecionadas: Folha de S. Paulo, Estado de Minas, AppCívico, Rede Gazeta, Revista AzMina, Marco Zero Conteúdo e Projeto #Colabora.