Home > Transparência > Debate na USP marca os 10 anos da Lei de Acesso à Informação no Brasil e compara com experiência dos EUA

Debate na USP marca os 10 anos da Lei de Acesso à Informação no Brasil e compara com experiência dos EUA

///
Comentários desabilitados

A Escola de Comunicações e Artes da USP recebe seminário comemorativo aos 10 anos da Lei de Acesso à Informação (LAI) no dia 16 de maio (segunda-feira), às 19h30, no auditório Lupe Cotrim, em São Paulo. Com a participação do jornalista investigativo americano Jason Leopold, especialista na lei de acesso dos Estados Unidos, o debate “10 anos da Lei de Acesso à Informação: diálogos Brasil e Estados Unidos” fará paralelos entre as legislações de transparência dos dois países, além de promover um balanço da LAI no Brasil. 

O evento é promovido pela agência de dados independente Fiquem Sabendo, especializada na LAI, em parceria com o Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA-USP, com apoio dos Programas de Pós-graduação em Ciências da Comunicação da USP e da UFMT. A programação integra o projeto WikiLAI, que tem apoio da Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil. 

Em formato híbrido, a mesa terá a diretora da Fiquem Sabendo, Maria Vitória Ramos, presente no auditório, enquanto Jason Leopold participa por videoconferência. A mediação ficará a cargo dos professores e pós-doutorandos da ECA-USP, Vinicius Souza e Andreia Couto, também no auditório. 

Para a modalidade presencial, será necessário apresentar comprovante de vacinação contra a Covid-19. O uso de máscara no auditório também é obrigatório , conforme protocolos sanitários da USP. Haverá possibilidade de acompanhar o evento online, pela plataforma Zoom (com tradução simultânea) ou pelo YouTube da Fiquem Sabendo (com áudio em português). Serão oferecidos certificados em todas as modalidades, mediante resposta à pesquisa de avaliação ao final do evento. As inscrições podem ser feitas gratuitamente neste link. 

SERVIÇO 

O que: Seminário 10 anos da Lei de Acesso à Informação: diálogos Brasil e Estados Unidos

Quem: Jason Leopold (BuzzFeed/EUA) e Maria Vitória Ramos (Fiquem Sabendo/Brasil), com mediação de Andreia Couto (USP/Brasil) e Vinicius Guedes (UFMT-USP/Brasil)

Quando: Segunda-feira, 16/5, às 19h30

Onde: Auditório Lupe Cotrim – 1º andar do Prédio Central da ECA-USP (Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443 – USP, Butantã/SP) ou pelo Zoom (com tradução simultânea) e pelo YouTube da Fiquem Sabendo (com áudio em português) 

Inscrições: https://bit.ly/LAI-10anos

*Vagas limitadas

Quem são os convidados:

Jason Leopold é repórter investigativo sênior da equipe de investigações do BuzzFeed News. Foi duas vezes finalista do Prêmio Pulitzer de reportagem internacional. Em junho de 2021, foi um dos principais repórteres do projeto de reportagem conhecido como FinCEN Files, uma investigação do BuzzFeed News, do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos e 108 parceiros de mídia em todo o mundo, que revelou como os bancos lucram com a corrupção e como autoridades em diferentes países permitem que a economia das trevas prospere. Leopold também foi indicado ao prêmio News & Documentary Emmy, em 2015, por produzir “O Arquiteto” para a VICE News. Seu trabalho com a Freedom of Information Act (FOIA), a lei de acesso americana, foi divulgado por dezenas de veículos de rádio, televisão e mídia impressa, incluindo uma matéria de primeira página no The New York Times, em 2015. O jornalista é apontado por diversas fontes como o demandante mais ativo de informação ao governo americano com base na FOIA.

Maria Vitória Ramos é cofundadora e diretora da Fiquem Sabendo, agência de dados independente especializada no acesso à informação. Coordenou dois projetos jornalísticos que foram finalistas do SIGMA Awards, principal premiação de jornalismo de dados do mundo. Em 2020 e 2021, recebeu o Prêmio Jornalismo-Mosca do Livre.Jor e em 2019 o Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados. É alumni do International Visitor Leadership Program “Transparency and Accountability in Government”, do Departamento de Estado dos Estados Unidos, e do programa “Product Immersion for Small Newsrooms”, da Newmark Graduate School of Journalism em parceria com News Catalyst e Google News Initiative. Formada pela Faculdade Cásper Líbero, foi repórter da Ponte Jornalismo e é autora de “Indigentes: o Estado que enterra sem avisar”, livro-reportagem selecionado para a 4ª Feira de Direitos Humanos da Conectas e publicado pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

Vinicius Souza é professor no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Poder na Universidade Federal de Mato Grosso e pós-doutorando em Comunicação na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Ele também é cofundador, fotógrafo, jornalista e documentarista nos coletivos Jornalistas Livres e MediaQuatro, com centenas de reportagens veiculadas nos mais diferentes meios, dezenas de  exposições fotográficas e vários documentários e livros publicados.

Andreia Couto é professora, jornalista, escritora, mestre em Comunicação Social – Jornalismo Científico e Tecnológico e doutora em Planejamento e Desenvolvimento Sustentável. Atualmente é pós-doutoranda em Jornalismo Ambiental na Escola de Comunicações e Artes da USP.