Home > Saúde > Amazonas recebe menos de 2% dos testes moleculares distribuídos no Brasil

Amazonas recebe menos de 2% dos testes moleculares distribuídos no Brasil

Veja como os 700 mil kits de testes “padrão-ouro” entregues até abril pelo Ministério da Saúde foram distribuídos entre os estados e DF

Estado com a maior taxa de mortalidade por Covid-19 do Brasil, o Amazonas recebeu o equivalente a 1,8% dos testes moleculares para diagnóstico do coronavírus distribuídos pelo governo federal em todas as regiões do país.

Do total de 735.328 kits de detecção do vírus enviados a todos os estados do país pelo Ministério da Saúde para ajudar no combate à pandemia, coube ao território amazonense um lote de 13.928 unidades. 

Os dados foram obtidos pela agência Fiquem Sabendo por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI). Os números apresentados pelo Ministério da Saúde foram coletados até o dia 28 de abril deste ano. 

Com cerca de 4,1 milhões de habitantes, segundo o IBGE, o Amazonas registrou 584 óbitos e 7.242 casos de contaminação por Covid-19 até o dia 4 de maio. O estado atingiu a taxa de 141 mortes para cada por 1 milhão de habitantes, o que representa quase o dobro do índice do Ceará, no Nordeste.  

Os insumos destinados ao estado do Norte foram encaminhados ao Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen/AM), localizado em Manaus. Desse carregamento, 5 mil unidades foram doadas pela Petrobrás, enquanto o restante (8.928) foi adquirido pelo ministério e produzido por dois laboratórios no Brasil – Fiocruz e Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP).  

Segundo o governo federal, todos os testes distribuídos são do tipo RT-PCR, também classificados como moleculares. Considerados “padrão-ouro” no diagnóstico da Covid-19, são capazes de identificar o vírus no momento em que ele está ativo no organismo. A pasta da saúde não apresentou dados sobre testes rápidos, considerados menos precisos que os moleculares. 

Acesse os dados de distribuição dos testes RT-PCR e detalhes das compras e doações enviadas pelo Ministério da Saúde.  

Somos uma equipe de apaixonados por transparência pública, podemos contar com você?
Você também poderá gostar
PM do Rio de Janeiro não contabiliza ocorrências de desrespeito à quarentena
PM do Ceará registrou mais de 12 mil casos de desrespeito à quarentena
Veja o número de elegíveis a receber o auxílio de R$ 600 por município