Home > Saúde > Amazonas recebe menos de 2% dos testes moleculares distribuídos no Brasil

Amazonas recebe menos de 2% dos testes moleculares distribuídos no Brasil

Veja como os 700 mil kits de testes “padrão-ouro” entregues até abril pelo Ministério da Saúde foram distribuídos entre os estados e DF

Estado com a maior taxa de mortalidade por Covid-19 do Brasil, o Amazonas recebeu o equivalente a 1,8% dos testes moleculares para diagnóstico do coronavírus distribuídos pelo governo federal em todas as regiões do país.

Do total de 735.328 kits de detecção do vírus enviados a todos os estados do país pelo Ministério da Saúde para ajudar no combate à pandemia, coube ao território amazonense um lote de 13.928 unidades. 

Os dados foram obtidos pela agência Fiquem Sabendo por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI). Os números apresentados pelo Ministério da Saúde foram coletados até o dia 28 de abril deste ano. 

Com cerca de 4,1 milhões de habitantes, segundo o IBGE, o Amazonas registrou 584 óbitos e 7.242 casos de contaminação por Covid-19 até o dia 4 de maio. O estado atingiu a taxa de 141 mortes para cada por 1 milhão de habitantes, o que representa quase o dobro do índice do Ceará, no Nordeste.  

Os insumos destinados ao estado do Norte foram encaminhados ao Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen/AM), localizado em Manaus. Desse carregamento, 5 mil unidades foram doadas pela Petrobrás, enquanto o restante (8.928) foi adquirido pelo ministério e produzido por dois laboratórios no Brasil – Fiocruz e Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP).  

Segundo o governo federal, todos os testes distribuídos são do tipo RT-PCR, também classificados como moleculares. Considerados “padrão-ouro” no diagnóstico da Covid-19, são capazes de identificar o vírus no momento em que ele está ativo no organismo. A pasta da saúde não apresentou dados sobre testes rápidos, considerados menos precisos que os moleculares. 

Acesse os dados de distribuição dos testes RT-PCR e detalhes das compras e doações enviadas pelo Ministério da Saúde.  

Somos uma equipe de apaixonados por transparência pública, podemos contar com você?
Você também poderá gostar
Ministério da Saúde tem 2 milhões de testes rápidos em estoque sem previsão de distribuição
Hospitais universitários somam 3,4 mil profissionais afastados por Covid-19
‘Corona trip’ de Bolsonaro aos EUA custou R$ 2 milhões aos cofres públicos; veja gastos detalhados
PM do Rio de Janeiro não contabiliza ocorrências de desrespeito à quarentena