Home > Mobilidade Urbana > Prisões por embriaguez ao volante aumentam 351% em São Paulo

Prisões por embriaguez ao volante aumentam 351% em São Paulo

Prisões por embriaguez ao volante aumentam 351% em São Paulo

Prisões por embriaguez ao volante saltaram de 49 para 221 entre 2014 e este ano. Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas (07/10/2014)

O número de motoristas presos na cidade de São Paulo sob a suspeita de embriaguez ao volante entre janeiro e agosto deste ano cresceu 351% em relação ao mesmo período de 2014.

Em um ano, as prisões decorrentes do descumprimento do art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro saltaram de 49 (uma a cada cinco dias, em média) para 221 (uma a cada 26 horas, em média).

É o que aponta levantamento inédito feito pelo Fiquem Sabendo com base em dados do CPTran (Comando de Policiamento de Trânsito), da Polícia Militar, obtidos por meio da Lei Federal nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação). (Veja no infográfico abaixo).

Prisões por embriaguez ao volante aumentam 351% em São Paulo

O art. 306 do CTB dispõe como crime de embriaguez dirigir com uma concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar soprado no bafômetro.

A cada mês, 612 motoristas são multados por dirigir após ingerir bebida alcoólica

A quantidade de motoristas multados na capital paulista por dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa aumentou 5% neste ano.

Entre janeiro e agosto de 2015, 4.896 condutores foram autuados por esse motivo; no mesmo período do ano passado, 4.678 motoristas tinham sido alvo desse tipo de autuação (veja no infográfico abaixo).

Prisões por embriaguez ao voltante aumentam 351% em São Paulo

A multa por dirigir sob influência de álcool decorre de uma infração administrativa prevista no art. 165 do CTB, caracterizada pela ingestão de qualquer quantidade de álcool.

O valor da multa é R$ R$ 1.915,40.

Por que isso é importante?

O § 2º do art. 1º do Código de Trânsito Brasileiro dispõe que “o trânsito, em condições seguras, é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, a estes cabendo, no âmbito das respectivas competências, adotar as medidas destinadas a assegurar esse direito”.

A Polícia Militar do Estado de São Paulo faz parte do Sistema Nacional de Trânsito.

Alta se deve a planejamento de operações, afirma secretaria

A Secretaria de Estado da Segurança Pública disse por meio de nota que o aumento no número de flagrantes por embriaguez “está relacionado ao planejamento das Operações Direção Segura, que previamente identifica os pontos com maior incidência de embriaguez e direciona com mais ênfase o policiamento para esses locais”.

Segundo a pasta, as operações Direção Segura serão intensificadas na Semana Nacional de Trânsito, que começa hoje.

Você também poderá gostar
Marinha coloca informações sob sigilo
Marinha é responsável por 96% das informações classificadas como sigilosas
Don’t LAI to me: a primeira newsletter sobre Lei de Acesso à Informação do Brasil
CARTA ABERTA: Estados e municípios devem aceitar pedidos de informação anônimos
CPP superlotado: 10 mil vagas faltando em São Paulo