Home > Mobilidade Urbana > Prisões por embriaguez ao volante aumentam 351% em São Paulo

Prisões por embriaguez ao volante aumentam 351% em São Paulo

///
Comentários desabilitados
Prisões por embriaguez ao volante aumentam 351% em São Paulo

Prisões por embriaguez ao volante saltaram de 49 para 221 entre 2014 e este ano. Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas (07/10/2014)

O número de motoristas presos na cidade de São Paulo sob a suspeita de embriaguez ao volante entre janeiro e agosto deste ano cresceu 351% em relação ao mesmo período de 2014.

Em um ano, as prisões decorrentes do descumprimento do art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro saltaram de 49 (uma a cada cinco dias, em média) para 221 (uma a cada 26 horas, em média).

É o que aponta levantamento inédito feito pelo Fiquem Sabendo com base em dados do CPTran (Comando de Policiamento de Trânsito), da Polícia Militar, obtidos por meio da Lei Federal nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação). (Veja no infográfico abaixo).

Prisões por embriaguez ao volante aumentam 351% em São Paulo

O art. 306 do CTB dispõe como crime de embriaguez dirigir com uma concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar soprado no bafômetro.

A cada mês, 612 motoristas são multados por dirigir após ingerir bebida alcoólica

A quantidade de motoristas multados na capital paulista por dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa aumentou 5% neste ano.

Entre janeiro e agosto de 2015, 4.896 condutores foram autuados por esse motivo; no mesmo período do ano passado, 4.678 motoristas tinham sido alvo desse tipo de autuação (veja no infográfico abaixo).

Prisões por embriaguez ao voltante aumentam 351% em São Paulo

A multa por dirigir sob influência de álcool decorre de uma infração administrativa prevista no art. 165 do CTB, caracterizada pela ingestão de qualquer quantidade de álcool.

O valor da multa é R$ R$ 1.915,40.

Por que isso é importante?

O § 2º do art. 1º do Código de Trânsito Brasileiro dispõe que “o trânsito, em condições seguras, é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, a estes cabendo, no âmbito das respectivas competências, adotar as medidas destinadas a assegurar esse direito”.

A Polícia Militar do Estado de São Paulo faz parte do Sistema Nacional de Trânsito.

Alta se deve a planejamento de operações, afirma secretaria

A Secretaria de Estado da Segurança Pública disse por meio de nota que o aumento no número de flagrantes por embriaguez “está relacionado ao planejamento das Operações Direção Segura, que previamente identifica os pontos com maior incidência de embriaguez e direciona com mais ênfase o policiamento para esses locais”.

Segundo a pasta, as operações Direção Segura serão intensificadas na Semana Nacional de Trânsito, que começa hoje.

Você também poderá gostar
Ministro pede revisão de norma que tira responsabilidade do TCU de receber denúncias sobre transparência
Com florestas em chamas, governo Bolsonaro investiu 24% a menos no combate ao fogo em setembro
25 anos de atraso: os pedidos de acesso dos Estados Unidos sem solução
Estratégias e táticas para acessar informações públicas em 5 lições
Apesar do isolamento social, número de mortos por policiais militares em SP é o mais alto em cinco anos