Home > Meio Ambiente > Número de árvores podadas em São Paulo é o menor em quatro anos

Número de árvores podadas em São Paulo é o menor em quatro anos

Número de árvores podadas é o menor em quatro anos

Árvore encobre parcialmente semáforo em cruzamento na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo. Foto: Léo Arcoverde/Fiquem Sabendo

O número de árvores podadas pelas 32 subprefeituras de São Paulo no primeiro semestre deste ano foi inferior ao registrado no mesmo período de três anos anteriores (entre 2012 e 2014).

É o que aponta levantamento feito pelo Fiquem Sabendo com base em dados da Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras obtidos por meio da Lei Federal nº 12.527/2012 (Lei de Acesso à Informação).

De acordo com os dados disponibilizados pela pasta, entre janeiro e junho deste ano, as subprefeituras podaram 52.956 árvores. Esse número é 6,76% inferior às 56.799 podas realizadas no primeiro semestre de 2014.

Na primeira metade de 2013 (primeiro ano da gestão Fernando Haddad), 63.656 árvores foram podadas pelas subprefeituras. Esse número é 20,2% superior ao registrado neste ano. Entre janeiro e junho de 2012 (último ano da gestão Gilberto Kassab), ocorreram 57.435 podas na cidade. (Veja o comparativo anual no infográfico abaixo).

10 bairros que podaram menos árvores na primeira metade de 2015

Podas caem pela metade onde quedas de árvores provocaram 2 mortes no último verão

Quedas de árvores provocaram duas mortes após incidentes ocorridos entre dezembro de 2014 e fevereiro deste ano, em Higienópolis, região central da capital paulista. Nesse distrito, o serviço de manutenção da vegetação existente nas calçadas e canteiros centrais das vias é feito pela Subprefeitura da Sé.

Entre janeiro e junho deste ano, essa subprefeitura realizou podou 713 árvores. Esse número representa menos da metade das podas realizadas no mesmo período de 2014, 1.522.

Número de árvores podadas em São Paulo é o menor em quatro anos

Árvore caída na rua Mário Guastini, na região de Pinheiros, zona oeste da capital paulista. Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas (23/12/2014)

Subprefeitura de Perus é a que realiza menor número de podas

Com 151 podas realizadas entre janeiro e junho deste ano (menos de uma por dia, em média), a Subprefeitura de Perus, zona norte de São Paulo, foi a que podou menos árvores no período dentre as 32 administrações regionais da cidade de São Paulo.

Entre as áreas onde foi feita a menor quantidade de podas na cidade estão outras regiões da periferia, como Freguesia do Ó/Brasilândia, também na zona norte, com 237, e Cidade Ademar, na zona sul, com 346. (Veja no infográfico abaixo o ranking das 10 subprefeituras que realizaram menos podas de árvore no primeiro semestre deste ano).

10 subprefeituras que podaram menos árvores na cidade de São Paulo entre janeiro e junho

Poda é essencial e requer planejamento, avalia especialista

Na avaliação do professor da Universidade Mackenzie Campinas Reinaldo Dias, especialista em meio ambiente, o serviço de poda de árvores é essencial e requer a adoção de uma política pública para a área. “A poda não pode ser feita apenas de forma emergencial”, diz.

De acordo com ele, três motivos justificam a adequada execução desse serviço: a) segurança, uma vez que ramos de árvores adoecidas podem cair após vendavais; b) saúde, da própria árvore e de quem vive no seu entorno: a vegetação cria um microclima agradável e ajuda a combater as ilhas de calor, que são abundantes em São Paulo e c) estética: árvores tornam o ambiente mais agradável e geram uma sensação de bem-estar nas pessoas.

Para o especialista, que fez mestrado e doutorado na área de meio ambiente, a cidade de São Paulo deve adotar uma política com o objetivo de “complementar a mata atlântica” do entorno da cidade. “Isso tem de ser coerente com o ecossistema em que a cidade está instalada.”

10 bairros onde ocorre menos podas de árvore em São Paulo

Árvore atinge fios da rede elétrica em rua de Perus, na zona norte de São Paulo. Foto: Léo Arcoverde/Fiquem Sabendo

Oscilação está dentro do previsto, afirma secretaria

A Secretaria de Coordenação das Subprefeituras disse em nota enviada por sua assessoria de imprensa que “neste ano, até o momento, foram realizadas 52.956 podas, que representa uma variação inferior a 7% em relação ao mesmo período do ano passado em que foram realizadas 56.799 podas”. “Esta oscilação está dentro da margem do previsto para intervenções arbóreas.”

De acordo com a pasta, atualmente, existem na cidade cerca de 650 mil árvores no viário urbano _neste número, não estão inclusos praças e parques. “Quando um pedido de poda chega à subprefeitura, de imediato o local reclamado entra na programação para ser realizada vistoria e, após a realização do serviço, o engenheiro agrônomo da administração municipal determina o trabalho a ser realizado como poda, remoção ou, em alguns casos, o não manuseio, pois o exemplar arbóreo está em boas condições fitossanitárias.”

Ainda segundo a pasta, “todas as ações pertinentes às espécies arbóreas são balizadas por legislações Municipal, Estadual e Federal”. “Todas as subprefeituras possuem equipes de poda e esse serviço é sempre realizado com o acompanhamento de engenheiros agrônomos com base inicial na Lei Municipal nº 10.365, já que a poda realizada irregularmente é considerada crime ambiental”. “O cidadão pode e deve solicitar o manejo de árvores e áreas verdes pelo site (sac.prefeitura.sp.gov.br) ou pessoalmente na praça de atendimento da subprefeitura da sua região.”

Você também poderá gostar
Marinha coloca informações sob sigilo
Marinha é responsável por 96% das informações classificadas como sigilosas
Don’t LAI to me: a primeira newsletter sobre Lei de Acesso à Informação do Brasil
CARTA ABERTA: Estados e municípios devem aceitar pedidos de informação anônimos
CPP superlotado: 10 mil vagas faltando em São Paulo