Home > Saúde > Prestadores de serviço foram os que mais testaram positivo para Covid-19 durante a Copa América

Prestadores de serviço foram os que mais testaram positivo para Covid-19 durante a Copa América

///
Comentários desabilitados

Na edição 62 da newsletter Don’t LAI to me, a Fiquem Sabendo divulgou que o Ministério da Saúde estava preocupado com o surgimento de variantes do novo coronavírus durante a Copa América no Brasil. Em um novo pedido que fizemos (protocolo 25072.019472/2021-56), a pasta informou as ações de controle realizadas e compartilhou alguns números: 

  • Durante o evento, foram confirmados 179 casos positivos – sendo 137 em prestadores de serviço, 25 nas delegações,  11 em atletas e 6 na Conmebol;
  • Os Centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde monitoraram 36 casos positivos nas delegações da Venezuela (16), Bolívia (5), Equador (5), Colômbia (4), Chile (2), Paraguai (1), Peru (1), Uruguai (1) e 1 caso correspondente a outra delegação não informada;
  • Das amostras sequenciadas geneticamente, a variante gama do coronavírus foi a predominante. Também foi identificada uma nova variante no país, a B.1.621.

________________________________________

Este conteúdo saiu primeiro na edição #64 da newsletter da Fiquem Sabendo, a Don’t LAI to me. A newsletter é gratuita e enviada quinzenalmente, às segundas-feiras. Clique aqui e inscreva-se para receber nossas descobertas em primeira mão também.